A Luta Continua!


E-mail this post



Remember me (?)



All personal information that you provide here will be governed by the Privacy Policy of Blogger.com. More...



Links to this post:

Criar uma hiperligação


23 Responses to "A Luta Continua!"

  1. Blogger Mary 

    e a Vida também!

  2. Anonymous Anónimo 

    Bons dias!

    Queria apenas expressar o meu mais profundo contentamento e júbilo pelo resultado de ontem que permitiu que o Sr. Prof. Cavaco Silva se tornasse no 18º Presidente da República!
    Contra toda a escumalha de esquerda, contra toda a calúnia e insulto, o Prof. deu uma lição a todos, em especial aqueles como os autores deste site que nunca tiveram ideias e que apenas estiveram do contra. Força Cavaco, derrotaste-os!!

    AHAHHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHHAHAHAHA

  3. Blogger fg 

    Que coragem, caro anónimo, nem o seu nome consegue escrever aqui.

    Deve ser vergonha de desonrar a sua família com tamanha alarvidade escrita. Este blogue sempre foi do contra. Sobretudo contra os nojentos que habitam na sociedade portuguesa.

    Somos uma espécie de Raid anti-Cavaco e Cavaquistas. Para exterminar pessoas como o senhor e o Sr. Silva que agora deve ir construir mais uma piscina em Belém!

  4. Blogger JMA 

    caro anonymous

    hoje é um grande dia!
    em portugal elegeu-se o primeiro pr do pós 25 de Abril que não vai conseguir ser re-eleito!

  5. Anonymous Anónimo 

    Não é vergonha que sinto, muito pelo contrário, não desejo é ver o meu nome poluído ao constar num blog de nível tão rasteiro como este. Aliás, tenho que vos agradecer, dado que depois de ver este blog (há 3/4 semanas) ganhei ainda mais força para ajudar na Campanha do Prof. Cavaco, por isso vos agradeço.
    Pois, só é pena que ontem 2 milhões e 700 mil Portugueses anónimos tenham votado no Sr. Silva... Azar, o de pobres espiritos como os Vossos.
    Quanto às próximas Presidênciais, calma meus petizes, ainda faltam 5 anos, e até lá aguentem e... não chorem!
    Cambada de alarves, é o que vocês são.
    Força Prof. Cavaco!!!!

  6. Anonymous Anónimo 

    Não é vergonha que sinto, muito pelo contrário, não desejo é ver o meu nome poluído ao constar num blog de nível tão rasteiro como este. Aliás, tenho que vos agradecer, dado que depois de ver este blog (há 3/4 semanas) ganhei ainda mais força para ajudar na Campanha do Prof. Cavaco, por isso vos agradeço.
    Pois, só é pena que ontem 2 milhões e 700 mil Portugueses anónimos tenham votado no Sr. Silva... Azar, o de pobres espiritos como os Vossos.
    Quanto às próximas Presidênciais, calma meus petizes, ainda faltam 5 anos, e até lá aguentem e... não chorem!
    Cambada de alarves, é o que vocês são.
    Força Prof. Cavaco!!!!

  7. Anonymous Ana 

    Sr anónimo, esteja mt contente pq respeito o seu voto...
    agora desapareça deste blog, ou começo a estranhar os serviços de espionagem que presta à ala salazarista desta república das bananas.
    PR da direita até nem rima com Argentina, mas esperemos que nem o destino rime (lembrem-se do q aconteceu em 2000 e picos).
    Qt ao prof. Cavaco, n teve o meu voto, o q me dá ainda mais alegria, pq n me pareço consigo. Leio blogs de qualidade e de opinião q merecem ser respeitados, e n rasteiros, o senhor é q deve ser anão de inteligência. Qt a poluir o seu nome, bom, de facto n vale a pena... Já poluíu o país.
    Cumprimentos e aproveite o mandato, de Presidente dos Comentários Anónimos e Anti-Democráticos, que por enquanto o 25 de Abril ainda nos permite ter opinião

  8. Anonymous Anónimo 

    Minha Cara Ana,

    No seu comentário anterior incorreu numa inverdade, é que o que lhe permite a si e a mim termos opiniões diferentes e poder expressá-las não foi o 25 de Abril de 1974, mas sim o 25 de Novembro de 1975. Não se esqueça que se o 25 de Novembro de 1975 não tem ocorrido, Portugal ter-se-ia perdido irreversivelmente nos ideais irresponsáveis e absurdos da extrema esquerda.
    Não lhe faz mal saber um bocadinho de história de Portugal. Se bem que quem fala de alguém como o Prof. Cavaco Silva, da forma como fazem neste blog, de história saberá muito pouco, por certo terá a pequena noz a que chama cérebro povoada de restos de cannabis e afins, pelo que a história fica de fora.
    Quanto à minha visita a este blog, o seu 25 de Abril, dá-me liberdade de o visitar e refutar aquilo que mais não é do que um chorrilho de mentiras de gentinha pobre de espirito. Lanço-lhe um desafio, blogs deste género anti Prof. Cavaco encontrei uns 3 ou 4, veja se encontra algum site do género dirigido a qualquer um dos outros candidatos... É essa a nossa diferença, na direita respeitamos aqueles que pensam de forma diferente sem ter que criar blogs insultuosos e mentirosos.
    Mai nada!!

    Obrigado Prof. Cavaco!

  9. Anonymous Ana 

    Caro Anónimo, vejo que a coragem ainda não lhe assomou o espírito!
    É com alegria que leio a sua réplica!
    Quanto ao 25 de Novembro, concordará que não teria existido sem o 25 de Abril, portanto deixemo-nos de enigmas de ovos e galinhas...
    Na minha nozinha cerebral, onde está o córtex que recebe e integra as informações que afluem via Sistema Nervoso Central, o raciocínio é o seguinte: o estereótipo do senhor Anónimo face aos eleitores que não votaram em Cavaco Silva é reducionista, absurdo, e direi mesmo, com pesar, "pobre de espírito". E isto lhe digo sem vestígios de cannabis e afim... estereótipos dão nisto, achamos que os "outros" são todos iguais e, invariavelmente, piores do que nós.
    A direita é, de facto, diferente... Um grupo homogéneo, o melhor, enfim, como queira! Se isso o faz feliz.
    Os perigos horríficos e terríveis da esquerda (aqui tenho de reprimir o sorriso, perdão, dada a seriedade da questão) são precisamente os mesmos da direita, se entendidas de forma radical e não esclarecida.
    Eu considero-me uma pessoa esclarecida. Se o senhor o é, a sua nozinha cerebral que guiou ontem a caneta para o quadradinho do boletim eleitoral, não me deixa grandes esperanças.

  10. Anonymous Anónimo 

    Cara Ana,

    Acho piada, quando se fala e caracteriza a esquerda deste País, a qual é constituida na sua grande maioria por inadaptados sociais, na sua opinião trata-se de uma estereótipização abusiva, no entanto quando caracteriza a direita, ou melhor dizendo os 2,7 milhões de Portugueses que ontem votaram (e a meu ver bem) no Prof. Cavaco já não estamos a falar de estereótipo mas sim de um retrato sociológico rigoroso. Enfim, toda esta prosa é de facto inútil, porque Cavaco Silva GANHOU. Ganhou porque foi o mais claro nas suas ideias, nunca atacou ninguém, limitou-se a apresentar aquilo que cria para o País e os Portugueses, pelo menos 2,7 milhões de anónimos como eu, confiaram nele, no seu passado, na sua honestidade e no projecto que personificou no sentido de construirmos um Portugal MAIOR! E a verdade é que foi o único projecto real e sólido que foi apresentado aos Portugueses, dado que todos os restantes eram projectos do Contra. Mário Soares foi contra Manuel Alegre; Manuel Alegre foi essencialmente contra Soares e o PS; Jerónimo foi ele próprio contra Louçã; Louçã foi contra Jerónimo; e Garcia Pereira (o único que efectivamente se pode queixar da comunicação social porque foi violenta e propositadamente afastado e esquecido) foi contra todos; mas todos tiveram algo em comum e foram contra o Prof. Cavaco sem nunca apresentarem uma idéia que fosse, um projecto, uma razão que não fosse o estarem do contra... Contra eles esteve a maioria dos Portugueses votantes!
    Sim, eu sei que houve 37% de abstenção, mas isso não é culpa de nenhum dos candidatos, isso é essencialmente culpa do sistema. Por isso defendo que em Portugal deveriamos ter um sistema idêntico ao existente na Grécia, quem não votar sem apresentar justificação válida, no acto eleitoral seguinte perder o direito de voto e só vota novamente no acto subsequente. Nem que seja para votar em Branco ou nulo, mas todos devem (têm que) votar!

    Agora espero que José Sócrates e o Prof. Cavaco Silva se entendam bem, como eu acho que se vão entender, e que Portugal saia da crise global em que está afundado. Espero que daqui por 5 anos, e se tudo correr como espero as pessoas (mesmo vocês deste blogg) reconheçam que o Prof. Cavaco afinal é um Bom Presidente da República, tal como eu hoje reconheço que José Sócrates tem sido, em geral, um bom Primeiro Ministro, embora não tenha votado nele. Penso que talvez por ter atitudes de algum modo idênticas às do Prof. Cavaco, José Sócrates já mostrou ser um homem de acção e de coragem!

  11. Anonymous Ana 

    Caro Anónimo
    De facto, estereotipar a esquerda é ridículo... inadaptados sociais? Credo, gosto demasiado de mim e das minhas ideias e ideias!!! E sou (esclarecidamente) de esquerda!
    Quanto aos eleitores votantes, repito e reitero que respeito o voto democrático, ainda que não o compreenda na sua essência: se uma determinada faixa estratificada em termos sociológicos obviamente iria votar em Cavaco Silva (rigor sociológico medido e estatisticamente comprovado), houve quem nele votasse por ignorância! É isso que me choca... votar sem saber porquê, sem saber em quem. Votar não esclarecido e movido pelas palavras dos candidatos e não pelas suas acções. Movido pelas canetas e t-shirts e brindes (agora refiro-me também às autárquicas vergonhosas que passaram).
    Quanto aos debates (in)existentes, concordo que nada (ou muito pouco) contribuíram para a fecundidade de ideias e projectos que ambicionamos para o país...
    Mas, meu caro, falar sempre será melhor do que não falar, como fez Cavaco durante meses. A não ser que mal se fale, mas aí entraríamos nas questões fantásticas e estéreis dos mandatários.
    Quanto ao Engº Sócrates, enfim, a discordância continua, mas disso não valerá a pena discutir.
    Ganhou Cavaco. Está ganho. Agora, se o senhor quiser acreditar que quem nele não votou é um petiz, com cannabis, desengane-se! Existem (existiram) elementos na dita direita que admiro, mas sou de esquerda. E lhe garanto, petiza não sou, nem proletariado comunista, nem rótulo ou etiqueta que me queira pôr. Votei e votarei sempre em consciência.
    Quanto ao blog e às considerações ofensivas que a ele fez, repito-lhe, se ainda tal não percebeu, que não sou elemento do blog. Simplesmente vim cá parar (como também o senhor veio), mas respondi-lhe porque achei de uma arrogância inexplicável a sua reacção. Mais ainda, uma arrogância ofensiva, generalista, como pôde comprovar.
    Desejo uns 5 anos bem passados a Cavaco Silva, ao senhor Anónimo, e sugiro-lhe que de facto compreenda que o retrato sociológico da esquerda é flexível, tal como o da direita. Folgo em pensar que eventualmente terei contribuído para isso, como depreendo do seu último comentário, bastante mais moderado que os anteriores.

  12. Anonymous the guardian 

    epá este é dos blogs que mais gostei de visitar, excelente, parabéns. Passem lá pela Cidadela quando poderem.

    Gostei mesmo do blog, espero que não termine. Continuem!

  13. Blogger João L. Silva 

    Meus caros, parabéns,
    este foi o blog que mais visitei nos últimos dias. Deu-me ânimo.
    Agora.... a luta continua.
    Até sempre

  14. Blogger João L. Silva 

    Agora, depois de colocar o meu comentário fui ler os outros comentários e só tenho a dizer que essa besta anónima é bem o reflexo da maior parte das bestas que votaram no "animal macaco da selva" como lhe chamam os amigos adolescentes da minha filha, e que votaram no porco em Oeiras e no porco em Gondomar e na porca em Felgueiras.
    Mas o que vale é que neste lindo Portugal há e haverá sempre gente que sabe o que é amar a liberdade.

  15. Blogger Mal-disposto 

    Eu também já iniciei o meu periodo de reflexão e uma coisa é certa: com Cavaco a Presidente o humor fica a ganhar...
    Obrigado Cavaco!
    http://madisposicao.blogspot.com/

  16. Anonymous luikki 

    a luta não continua!!!!
    se calhar começa agora!!!!

  17. Anonymous Anónimo 

    Para o Exmo. joão l. silva,

    Mas a verdade é que o Prof. Cavaco ganhou... Eu sei que deve doer muito no seu hemorroidal esquerdelho, mas deixe lá que com o tempo passa! Contacte um seu amigo gay que ele lhe explica como fazer passar o ardor depois de uma boa enrabadela! E besta é o cara%ho que o fo&a.

  18. Blogger João L. Silva 

    coitado do anónimo...
    como todos os atrasados mentais por opção, teve uma diarreia pela boca...
    é a claque de apoio do novo sr. presidente da república, no seu melhor...

  19. Anonymous Ana 

    Caro anónimo...
    Isso é linguagem? Pensava melhor de si...
    Resta-me dizer-lhe q toda a consideração q por si tinha se desvaneceu.

  20. Anonymous Anónimo 

    Cara Ana,

    Acho piada que critique a minha linguagem mas que condesceda com a forma como outras pessoas aqui falam, mas enfim, a coerência nunca foi um apanágio da esquerda!
    A mensagem que enviei estava bem identificada para o joão qualquer coisa, tendo eu apenas reagido a um insulto. Acredite que nunca me atreveria a responder-lhe a si da mesma forma, dado que considero que com as diferenças de opinião visiveis até conseguimos manter um diálogo.

  21. Anonymous Ana 

    Caro anónimo,
    Compreendo q se tenha sentido ofendido com os comentários anteriores, e q tenha ficado surpreendido com a minha "incoerência". Ocorre que nunca mantive um diálogo com o sr. a quem se dirige, pelo que a ele não responderia. Recordo ainda q uma ofensa n é desculpa para a escalada na ofensa (os seus insultos foram mais graves, assim considero, desculpe a franqueza).
    Novamente reitero q fiquei surpreendida, e isso apenas se deve a, de facto, ter ficado com a impressão de q concordaria q insultos n servem para dialogarmos em democracia. N se sinta ofendido, mt pelo contrário, qd digo q esperava mais de si.
    Agradeço-lhe sinceramente a consideração qd refere q n se dirigiria a mim de semelhante forma. Acredito. (é bom voltar ao entendimento na diferença de opiniões)

  22. Anonymous Anónimo 

    A luta acabou.

  23. Anonymous Ana 

    estive a ler os seus comentários em outras mensagens publicadas neste blog... Ocorreu-me João dos Santos, "se n sabe, para que é que pergunta?", o que traduzindo para a nossa questão "Se n concorda, para que é que cá volta?". Pode cá voltar, mas é desnecessário continuar a acirrar os ânimos e chamar patéticas às pessoas...
    Portanto, finalmente chegamos a uma conclusão semelhante e outra diferente:
    * Acabou a luta de palavras, nada mais tenho para lhe dizer, pelo q não valerá a pena esta correspondência ter seguimento, ou se o tiver, n terá resposta da minha parte, n por falta de educação, mas por falta de motivação;
    * A luta continua

Leave a Reply

      Convert to boldConvert to italicConvert to link

 


Quem somos?

    Fazemos parte de uma geração que nasceu politicamente com Cavaco Silva como Primeiro-Ministro. Organizámos e participámos em manifestações, vigílias e reuniões por um mundo que sabíamos não dever ser dominado por um gestor iluminado que com discursos de rigor escondia o desenhar da crise em que continuamos a viver. Porque temos memória, não esquecemos Cavaco, tal como não esquecemos os seus ministros. Não esquecemos as violentas cargas polícias sofridas, pelas escadarias da Assembleia da República e dentro das Universidades. Não esquecemos o spot da TSF que, da ponte 25 de Abril, lançava o grito para que "gajos ricos, gajos pobres"; se juntassem. Não esquecemos os políticos que Cavaco formou e que o continuaram; Durão Barroso, Santana Lopes, Valentim Loureiro, Isaltino Morais ou Alberto João Jardim. Não esquecemos em Cavaco, o contínuo desrespeito por tudo o que era cultura, arte ou memória. E também não esquecemos aquele dia em que Cavaco perdeu e que nos deixou reentrarmo-nos em torno das nossas vidas. Fomos desobedientes naquela altura e agora torna a ser necessário voltar a sê-lo!

    Ana
    Carlos Guedes [G.]
    Filipe Gil
    João Miguel Almeida
    João Paulo Saraiva
    Nuno Espadinha
    Tiago Mota Saraiva
    Z. N.

Centro de Estudos do Cavaquismo

    Quem faz uma procura na Internet sobre os anos em que este país viveu sob a égide de Cavaco, encontra muito pouca informação, quase nada. O Cavaco Fora de Belém é um blogue que pretende reavivar as memórias do que foi esse período negro da história de Portugal. Para tal propomo-nos recolher relatos, documentos, arquivos, imagens ou videos em formato digital, que nos permitam construir a história desse período e colocá-la online. Os vossos contributos, vindo directamente das caves e dos sotãos da história, podem ser enviados para este email: cavacoforabelem (@) gmail | com

Previous posts

Arquivos

Ligações

sindicância (RSS feed)